Maior poder a pessoas que possuem algum tipo de deficiência intelectual para tomar decisões relativas a seu corpo, sexualidade e voto. Esse é o objetivo de projeto de lei (PLS 757/2015) aprovado na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). Um dos autores do projeto, o senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), afirma que a iniciativa promoverá o equilíbrio entre a garantia do exercício dos direitos civil e o direito ao auxílio para a prática de atos formais.

 

A reportagem é de Bruno Lourenço, da Rádio Senado.

FONTE: https://www12.senado.leg.br/noticias/audios/2018/11/ccj-aprova-projeto-que-da-mais-poder-a-pessoas-com-deficiencia-intelectual?fbclid=IwAR054Jb-Ix0yQTUEtto_s5l4jio6WhH0VftMxSo88d1EX5oonFlFEdvckpU