A Companhia Chilena Manantial de Ilusión, formada por 26 jovens com síndrome de Down, apresentou no congresso T21RS "Cactus, só o que é esquecido morre (Mané Espinosa)"

“Investigar a doença em Down é a chave para entendê-la melhor e tentar encontrar maneiras de retardar seu início ou evitá-la. Seu estudo, além disso, reverte o conhecimento sobre a patologia na população em geral “, diz Mara Dierssen, pesquisadora do Centro de Regulatória Genômica (CRG) em Barcelona e presidente do T21RS. Nesse sentido, lembra este cientista, já houve algumas descobertas importantes em Alzheimer que foram feitas primeiro em Down.

Confira a matéria completa no link abaixo (em espanhol):

https://www.lavanguardia.com/ciencia/20190617/462906251991/sindrome-down-alzheimer-relacion-tratamiento-investigacion.html?utm_campaign=botones_sociales&utm_source=whatsapp&utm_medium=social&fbclid=IwAR3WEsD9N2sng9S6UQFGBMNrPdK2HHkoJ6sHlpZqDqm9TcdPO9dafk7n5EA