A Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down vem a público manifestar e registrar a indignação e revolta das famílias que integram as suas associadas nos mais diversos estados e no Distrito Federal com o ocorrido numa escola municipal de São Paulo.

Imagens de um adolescente de 13 anos sendo agredido por colegas circulam nas redes sociais. Reportagens informam que o aluno agredido foi vítima de bullying e tem síndrome de down.

A escola é um espaço onde se constrói relações de amizade e de respeito. É nesse espaço que a formação do cidadão se consolida considerando que a responsabilidade começa no âmbito familiar.

A educação inclusiva está assegurada em lei e todos tem o direito de estarem no ambiente da escola crescendo e se desenvolvendo em comunidade.

A diversidade seja de raça, cor, sexo, orientação sexual ou religiosa, ou condição que veio ao mundo deve ser respeitada em todos os espaços da sociedade. A escola onde acontece a formação, deve ser o exemplo.

Os responsáveis pelo ambiente devem garantir a boa convivência, o respeito mútuo e, especialmente para que as pessoas que se encontram em condição de maior vulnerabilidade, no caso, da deficiência, possam estar inseridos.
O ocorrido não é isolado, pois infelizmente essa situação se repete constantemente.

A Federação Down representada pelas suas associadas, tem buscado através de suas ações e participações, garantir que as pessoas com síndrome de down e outras deficiências possam frequentar espaços comuns.

No entanto, mesmo sendo uma conquista histórica do movimento, a educação inclusiva atualmente corre sérios riscos se sofrer retrocessos.

Estamos atentos e buscando o diálogo em todas as esferas de governo, nos manifestando nas discussões e debates públicos para garantir esse direito.

Em sendo necessário, o segmento já manifestou que buscará os tribunais para garantir a educação inclusiva e de qualidade.

Segue o manifesto em defesa do PNEEEPEI – Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva subscrita pela Federação Down e as mais diversas representações que lutam por uma educação que atenda a todos os alunos com deficiência, em todos os níveis.
http://federacaodown.org.br/index.php/2019/08/07/manifestacao-em-defesa-da-educacao-inclusiva/

Esperamos não ver mais cenas chocantes como as que vemos no episódio dessa escola em São Paulo e que todos possam estudar, se desenvolver e ocupar os espaços na sociedade como cidadãos.

Que toda a sociedade, veículos de comunicação e Poder Público, se somem contra situações lamentáveis como essa, buscando a conscientização e as condições para que o diálogo e o respeito prevaleçam e os responsáveis sejam punidos.

Brasília, 23 de agosto de 2019.