As pessoas com síndrome de Down são mais vulneráveis à pandemia da COVID-19?

Esta pergunta tem sido feita aos médicos do Brasil e do mundo. Não temos a resposta nesse momento, mas um novo projeto de pesquisa lançado pela T21 Research Society (T21 RS), e com o apoio de muitas organizações internacionais de síndrome de Down, está coletando informações importantes para entender os riscos e a evolução da COVID-19 entre as pessoas com síndrome de Down (SD). O objetivo é descobrir se as pessoas com SD são mais vulneráveis ??ou têm um curso diferente da COVID-19 e se a doença e sua gravidade estão relacionadas às condições de saúde pré-existentes. Esperamos que essas informações ajudem a identificar quem está em maior risco e consequentemente, em como protegê-los melhor.

A força tarefa T21RS COVID-19 projetou e implementou uma pesquisa para famílias e profissionais de saúde que tenham seu familiar ou paciente acometido pela COVID-19. Além disso, os comitês internacionais de pesquisadores estão conduzindo uma revisão da literatura atualizada sobre os possíveis fatores de risco nessas pessoas, devido às suas condições de saúde pré-existentes.

A Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down (FBASD) apoia esta iniciativa e é parceira na divulgação e na logística para que o Brasil também participe deste importante estudo. No nosso país, a responsabilidade pela condução deste projeto é da médica Ana Claudia Brandão, com o auxílio do pesquisador Alberto Costa, ambos colaboradores no Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Israelita Albert Einstein.

A FBASD criou um e-mail exclusivo para que os familiares / cuidadores, ou os médicos possam acessar o link com o questionário, caso tenham conhecimento de familiar ou paciente com SD e COVID-19.

Se você é familiar ou cuidador de pessoa com síndrome de Down de qualquer sexo ou idade, ou ainda se é o médico que cuida ou cuidou desta pessoa, está convidado a participar deste estudo, preenchendo o questionário da pesquisa. A pessoa com síndrome de Down para quem você presta/prestou cuidados precisa apresentar ou ter apresentado sintomas da COVID-19 ou ter testado positivo para COVID-19 (exame positivo para o SARS-CoV-2). Existe um questionário para o familiar/cuidador e outro destinado aos médicos.

O e-mail de contato é o seguinte:           covid19@federacaodown.org.br

Nenhum dos dados da pesquisa será vinculado a você ou à pessoa com SD. Em outras palavras, nem você e nem a pessoa com síndrome de Down serão identificados, pois o preenchimento do questionário é anônimo.

O questionário levará de 10 a 20 minutos para ser preenchido.

Ele pede:

1) informações gerais sobre a pessoa com SD

2) suas condições pré-existentes

3) se foram realizados testes para COVID-19

4) sintomas de COVID-19 

5) tratamentos e situação atual.

Contamos com a colaboração de toda a comunidade que age em prol das pessoas com síndrome de Down


Para saber mais mais sobre COVID-19 e síndrome de Down. Cuidados e prevenções, visite o site: covid19.federacaodown.org.br


Confira o bate papo ao vivo que aconteceu com a Dra Ana Cláudia Brandrão sobre o Estudo sobre COVID-19 e pessoas com síndrome de Down.


Confira AQUI resultados preliminares do estudo